Morro da Queimada - Ouro Preto - MG - Brasil
EQUIPE TÉCNICA

COORDENAÇÃO GERAL

Benedito Tadeu de Oliveira arquiteto graduado em 1980 pela Universidade de Braslia, UnB. Sua tese de graduao, desenvolvida em grupo, recebeu em Varsvia, no XIV Congresso da UIA (1981), os prmios do Sindicato dos Engenheiros Egpcios e da Unio dos Arquitetos da Unio das Repblicas Socialistas Soviticas. Doutorou-se em restaurao de monumentos (1985) pela Universidade de Roma, La Sapienza. Ingressou em 1987 na Fundao Oswaldo Cruz - Fiocruz, Rio de Janeiro, onde participou da criao e chefiou o Departamento de Patrimnio Histrico (1989/1994-1997/2001) e coordenou a restaurao do Conjunto Arquitetnico Histrico de Manguinhos. Esse trabalho recebeu prmios e menes honrosas em 1991/92/93/94/96, do IAB - SP/RJ, do IPHAN e na II Bienal Internacional de Arquitetura Olinda/Recife. Participou da criao do Museu da Vida da Fiocruz, cujo projeto do Centro de Recepo, recebeu o prmio Melhores Obras com Ao do Ano ABCEM, 1999. autor de diversos artigos sobre preservao de bens culturais e coordenador do livro Um lugar para a cincia: a formao do campus de Manguinhos, prmio IAB/RJ - 2004. Apresentou e publicou trabalhos em congressos nacionais e internacionais, dentre eles: Camaguey, Cuba 1992; Chicago, EUA, 1993; Roma, Itlia 1997; Pequim, China 2000; Quito, Equador 2001; Padova, Itlia 2004; Oaxtepec, Mxico 2005; Buenos Aires e Salta, Argentina 2006; Nova Deli, ndia 2006; Antalya, Turquia, Concepcin, Chile 2007; Bath, Inglaterra, Sevilha, Espanha e Bucaramanga, Colmbia 2008; Cottbus, Alemanha e Budapeste, Hungria, 2009. Foi diretor do Escritrio Tcnico do IPHAN em Ouro Preto (02/05/2002-18/05/2009) onde idealizou e montou o projeto de implantao do Parque Arqueolgico do Morro da Queimada do qual coordenador.

PESQUISA HISTÓRICA

Coordenação

Myriam Bahia Lopes professora-adjunta do Departamento de Anlise Crtica e Histrica da Arquitetura e do Urbanismo (ACR) da Escola de Arquitetura e Urbanismo (EA) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Coordena o Ncleo de Histria da Cincia e da Tcnica (NEHCIT) (http://www.arq.ufmg.br/nehcit) e o grupo de pesquisa Texto e Imagem. Leciona e orienta na graduao e na ps-graduao da EA, possui os seguintes ttulos em Histria: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP): (1982) Bacharelado, (1983) Licenciatura, (1988) Mestrado; Universit Paris VII JUSSIEU: (1990) Diplme d`tudes Approfondies (D.E.A.) Histoire et Civilizations, (1997) Doutorado em Socits occidentales: temps, espace, civilizations. Cursou ainda o Programa de Mestrado Fundamentos Filosficos de Psicologia e de Psicanlise, CLE UNICAMP, completou os crditos do curso de Doutorado em Histria, UNICAMP (1989); e realizou um ps-doutorado no IEA USP (2003) na Cidade do Conhecimento. autora dentre outras vrias publicaes do livro O Rio em movimento: quadros mdicos e(m) histria, FIOCRUZ, 2001. Tem experincia na rea de Histria e de gesto cultural atuando principalmente nos seguintes temas: historiografia, teoria da histria, cidade, corpo, patrimnio cultural, cincia da informao e multidisciplinar. Atualmente cursa ps-doutorado na cole des Hautes tudes en Sciences Sociales - EHESS, Pars, Frana.

Angela de Araujo Porto graduada em Histria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1976), mestre em Histria pela Universidade Federal Fluminense (1979) e doutora em Sade Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1994). pesquisadora titular da Casa de Oswaldo Cruz / Fundao Oswaldo Cruz, sub-editora da Revista Histria, Cincias, Sade: Manguinhos e secretria da Associao Nacional de Histria, seo Rio de Janeiro, ANPUH-Rio. Atua na rea de Histria, com nfase em Histria de Doenas, Histria da Medicina e Histria da Sade dos escravos no Brasil. Endereço para acessar o Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3852396089697474

Kleverson Teodoro de Lima graduado em Histria pela Universidade Federal de Ouro Preto (2003) e mestre em Histria pela UFMG (2007). Possui experincia comprovada nas reas de organizao de acervo, pesquisa histrica, produo de inventrios, dossis, laudos, trabalhos de educao patrimonial e elaborao de projetos culturais.

Luís Alberto Sales Oliveira graduado em Histria pela Universidade Federal de Ouro Preto (2003). mestrando em Histria pela Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experincia na rea de Histria, com nfase em Histria de Minas, Histria da Cincia e da Tcnica, atuando principalmente nos seguintes temas: higiene, sanitarismo, urbanismo, cemitrio, morte, medicina social, histria cultural, banco de dados e arquitetura da informao.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Coordenação

Maria Cristina Cairo Silva graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da UFMG (1978), especialista em restaurao e conservao de monumentos e conjuntos histricos Escola de Arquitetura da UFBA (1984). Foi arquiteta do Instituto Estadual do Patrimnio Histrico e Artstico de Minas Gerais - IEPHA/MG (1978-1989); integrante do Grupo So Lus do Ministrio da Cultura, para preservao do centro histrico de Alcntara - MA (1986) e da equipe do Ministrio da Cultura responsvel pela elaborao do Inventrio de Proteo do Acervo Cultural do Piau - IPAC/PI (1986-1988). Foi membro da Comisso de Defesa do Patrimnio Cultural do Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB / MG (1983), do Conselho Deliberativo do Patrimnio Cultural do Municpio de Belo Horizonte (2000-2001), scia fundadora e diretora da firma OP Arquitetura Ltda. (1989). Foi arquiteta da Secretaria Municipal da Cultura de Belo Horizonte (1997-2000); diretora da Sub-regional do IPHAN/13SR/MG de Ouro Preto e Mariana/MG (1999-2000); chefe da Diviso Tcnica da 13 SR/MG (2000-2001); membro Consultoria para Organizao das Naes Unidas para Educao, a Cincia e a Cultura UNESCO, Projeto Monumenta - BID-IPHAN, junto s obras de Restaurao do Santurio de Bom Jesus do Matozinhos, Congonhas, MG (2003-2005); coordenadora das Unidades Executora de Projetos do Programa Monumenta em Congonhas (2005-2006), e em Ouro Preto/MG- (2006-2007). membro do Conselho Internacional de Monumentos e Stios ICOMOS/BRASIL desde 2004; atualmente assessora Especial da Secretaria Municipal de Patrimnio e Desenvolvimento Urbano de Ouro Preto/MG (2007-2008) e Presidente do Conselho Municipal de Preservao do Patrimnio Cultural e Natural de Ouro Preto.

Rodrigo Cesar Brogna, graduado em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo pela Universidade Estadual Paulista Jlio de Mesquita Filho - UNESP (1998) e mestrado em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de So Carlos - UFSCAR (2007). Atualmente Arquiteto e Urbanista da Prefeitura Municipal de Ouro Preto. Tem experincia na rea de Arquitetura e Urbanismo, com nfase em Planejamento, Projetos de Edificao e Desenho Urbano, atuando principalmente nos seguintes temas: projeto arquitetura, desenho urbano, direo tcnica, preservao do patrimnio.

Juliano Ferreira, graduado em Histria pela Universidade Federal de Ouro Preto (2009) lder comunitrio com atuao na Associao dos Moradores do Morro da Queimada.

HABITAÇÃO

Uziel Kutler Rozenwajn, graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da UFMG (1969), arquiteto do Projeto Cura Eldorado, Contagem, MG, (1975 1974); da Pr - Reitoria de Planejamento da UFMG. (1978-1975), do Convnio SPHAN/UFOP/PMOP, (1982-1980); professor da Escola Tcnica Federal de Ouro Preto,( 1998-1996);arquiteto da Prefeitura Municipal de Ouro Preto PMOP: Programa Monumenta BID (2000-1999); professor da Fundao de Arte de Ouro Preto FAOP, (2001-1996); arquiteto da Secretaria Municipal de Cultura e Patrimnio PMOP-2005. Atualmente arquiteto da Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP.

Estudantes e participantes do Programa de Arquitetura Pública da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais

2006
Larissa Moreira, Janine Queiroga e Bárbara de Castro

2007
Roberto Flávio Almeida, Renata Zschaber Nogueira e Elisa Carvalho Diniz

2009
Ana Luiza Vigorito Pena, Camila da Cunha Leite, Daniel Paes Carneiro, Marina Silva Rodrigues, Patricia Helena Turola Takamatsu e Renata da Silva Oliveira

Arquitetura Pública – UFMG

Coordenador
Leonardo Barci Castriota arquiteto-urbanista (1986), doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais UFMG (2000) e tem ps-doutorado junto ao Getty Conservation Institute (GCI) em Los Angeles (2001). Professor Adjunto da UFMG, onde orientou teses e publicou diversos artigos em peridicos e em anais de eventos; livros e captulos de livros. Participou de diversos eventos, no exterior e no Brasil; recebeu 8 prmios e/ou homenagens. Atua na rea de Arquitetura, com nfase em conservao e revitalizao do patrimnio e planejamento do espao urbano. Foi pesquisador da Rockfeller Foundation e do Getty Conservaton Institute, pesquisador desde 2002 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientfico e Tecnolgico - CNPq. Foi membro da Diretoria de Patrimnio Cultural do Municpio de Belo Horizonte (1993-1994), do Conselho Deliberativo do Patrimnio Cultural do Municpio de Belo Horizonte (1995-2000), do Conselho Curador do Instituto Estadual do Patrimnio Histrico e Artstico de Minas Gerais (IEPHA-MG), atualmente membro do Conselho Tcnico do Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico Nacional (IPHAN) e do Conselho Estadual do Patrimnio de Minas Gerais (CONEP-MG). Foi Presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-MG) (1999-2003) e Diretor da Escola de Arquitetura UFMG (2002-2006). Atualmente coordena o Mestrado Interdisciplinar em Ambiente Construdo e Patrimnio Sustentvel (MACPS) da UFMG.

Sub-Coordenador
Eduardo Fajardo Soares, graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (1981). Atualmente funcionrio e coordenador do Programa de Arquitetura Pblica da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais e Presidente do Sindicato de Arquitetos SINDARQ/MG. Tem experincia na rea de Arquitetura e Urbanismo, com nfase em Projeto de Arquitetura e Urbanismo.

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO

Coordenação

Rodrigo Otavio De Marco Meniconi, graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da UFMG (1980), especialista em Restaurao pela Scuola di Perfezionamento per lo Studio ed il Restauro dei Monumenti pela Universit di Roma (1984), e mestre em Arquitetura pela Escola de Arquitetura da UFMG (1999). Foi professor de Histria da Arquitetura e do Urbanismo e de Tcnicas Retrospectivas no Curso de Graduao em Arquitetura e Urbanismo da PUC MInas, de Gesto do Patrimnio Cultural, no Curso de Especializao em Planejamento Ambiental Urbano da PUC Minas, e de Histria da Arquitetura e do Urbanismo e de Projeto no Curso de Graduao em Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitrio Metodista Izabela Hendrix. Atualmente professor do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia de Ouro Preto, MG. Tem experincia na rea de Arquitetura e Urbanismo, com nfase em conservao e restaurao de monumentos.

Mariana da Matta Pedrosa, graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Viosa, MG (2007), ps-graduanda em Cultura e Arte Barroca pela Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP.

Raphael Ferreira, graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Viosa, MG, (2007), desenvolveu trabalhos para a Prefeitura Municipal de Ouro Preto (2008) e para a Construtora EmpreEnge (2009).

ECOMUSEU

Coordenação

Yára Mattos, graduada em Museologia pelo Curso de Museus - MHN (1971) e doutorado em Cincias Pedaggicas pelo Instituto Central de Cincias Pedaggicas (Cuba) /UFOP (2004). Atualmente professora adjunta da Universidade Federal de Ouro Preto. Tem experincia na rea de Museologia e Comunicao, atuando principalmente nas interfaces com a Histria, a Arte e a Educao, nos seguintes temas: os museus e seus diferentes pblicos, educao em museus, ecomuseologia/museologia Comunitria, curadoria de exposies, turismo e patrimnio cultural, museu histrico.

2005
PARTICIPANTES DE DISCUSSÕES E REFLEXÕES SOBRE O ECOMUSEU

Odalice Miranda Priosti e Walter Priosti Coordenadores do Ecomuseu do Quarteiro Cultural do Matadouro Santa Cruz, Rio de Janeiro/RJ; Las Aderne Coordenadora do Ecomuseu do Cerrado, Gois; Sandra Fosque Sanches Arquiteta/ Educadora - Diretora de Cultura da ento Secretaria Municipal de Cultura e Patrimnio Ouro Preto; Alex Fernandes Bohrer Historiador Assessor de Patrimnio da ento Secretaria Municipal de Cultura e Patrimnio Ouro Preto; Juliano Ferreira Estudante universitrio de Histria Lder comunitrio e morador do bairro Morro da Queimada - Estagirio da Secretaria Municipal de Cultura e Patrimnio Ouro Preto e Gelcio Pereira Fortes artista plstico, educador, coordenador do Museu-Casa Guignard de Ouro Preto

2006
Alunos Extensionistas – Departamento de Turismo – UFOP

Joice Nishime, Ana Paula Ambrsio, Natasha DAngelo Machado, Marina Moreno Putini, Priscilla Gitirana Hugo Rodrigues de Arajo, Milton Ferreira Athayde, Dalton Bruno Alves dos Santos, Brbara Dias Soares Vargas,Mariana Cristina Pereira Ostanello, Lidiane de Ftima Cesrio, Anglica Gonalves Pereira, Aline Passos Donato, Maria do Carmo Ferreira, Carla Elzi Rodrigues e Camila Aparecida de Carbalho.

Equipe Comunitária
Walter Gonalves Pereira, graduado em pedagogia pela UFOP, Juliano Ferreira, Luiz Gonzaga de Oliveira, Maria da Lapa Moreira, Geraldo Vicente e Maria Auxiliadora Moreira.

2007
Alunos Extensionistas – Departamento de Turismo – UFO

Laura Miranda Borba, Andressa Nthilla Nogueira Pivato, Llian Rabelo da Silva, Ana Rita Rodrigues de Faria, Rafael Diniz de Mello, Karin Cristina Caraski, Mariana Cristina Pereira Ostanello e Llian Rabelo da Silva.

Equipe Comunitária
Walter da Silveira Gonçalves , graduado em pedagogia pela UNIPAC (2007), Margarida Barboza dos Anjos, graduada em Filosofia pela UFOP (2004) ; líder comunitária e Juliano Ferreira, graduado em História pela UFOP (2008).
Consultoria
Elodia Honse Lebourg, graduada em história pela UFOP (2003)

2008
Alunos Extensionistas – Departamento de Turismo - UFOP

Ludmilla Felisberto de Oliveira, Suellen Rodrigues, Thaisa Nadal Ribeiro, Andressa Náthilla Nogueira Pivato, Paula Facio Vieira Leite, Ana Rita Rodrigues de Faria, André Maia Lemos, Laura Miranda Borba, Lígia Melo Vidal, Mila Moreira, Mônica Domingues e Renata Santos Silva

Alunos Extensionistas – Departamento de Museologia – UFOP
Denise Yonamine, graduada em História pela USP (2007) com experiência em trabalho de Memória Oral no Museu da Pessoa, SP e João Carlos Tobias.

Equipe Comunitária
Margarida Barboza dos Anjos, graduada em Filosofia pela UFOP (2004), líder comunitária e Walter Gonçalves Pereira.

Professores Oficineiros
Maria José Davino Alves, graduada em pedagogia pelo IEMG/UEMG, (1991) com experiência no setor pedagógico do Museu da Inconfidência (1997-2005), ministrou a oficina Penelópes do Faria pelo Festival de Inverno de Ouro Preto, em 2005; Kátia Moreira, graduada em pedagogia pela UNIPAC, ( 2008 ) e arte-educadora; Elodia Honse Lebourg e Gélcio Pereira Fortes , artista plástico e arte-educador.

 

CONSULTORIAS

ECOMUSEU
Hugues de Varine, bacharelado em história e arqueologia pela Universidade de Paris V (Sorbonne), (1953-1957), em Historia da Arte, Arqueologia do Oriente Próximo na Escola do Louvre, Paris, (1956-1958). Foi Chefe do Centro de Documentação da Missão Cultural Francesa, da Embaixada da França em Beirute, (1958-1960); Diretor Adjunto (1962-1964) e Diretor (1964-1974) do Conselho Internacional de Museus-ICOM; fundador (1971) e Presidente (1993-1995) do Ecomuseu da Comunidade Le Creusot-Montceau; Diretor do Sindicato Misto para organização do sul da Picardia, Compiègne (1975-1977) para o desenvolvimento local; responsável pelo serviço de emprego cultural de ajuda e gestão das empresas culturais (1979-1982); encarregado, responsável pelos estudos sobre desenvolvimento e evolução das políticas culturais do Ministério da Cultura da França (1977-1980), Diretor do Instituto Franco-Português, Lisboa, (1982-1984); Conselheiro Técnico responsável pelos convenções de parcerias para o desenvolvimento local (1985-1986) no Escritório do Secretario de Estado para a Economia Social e o Desenvolvimento Local (Jean Gatel); encarregado da missão, setor sócio-econômico, emprego , formação e inserção da Comissão Nacional para o Desenvolvimento Nacional dos Bairros – CNDSQ, (1986-1989); fundador e Diretor da ASDIC (1989-1999) consultorias em desenvolvimento local e comunitário com ações sobre as dimensões culturais, sociais e econômicas do desenvolvimento local urbano ou rural, para as coletividades locais, das associações das administrações públicas da Comissão Européia, OCDE.À partir de outubro de 1999 passou a ser consultor em desenvolvimento comunitário. Realizou missões em Seine-et-Marne DDTEFP (empregos jovens) DLA 77, à Maubeuge (diagnóstico de aglomeração), Dijon (práticas culturais dos habitantes), Rezé (animação e participação em oficinas de funcionários sobre a democracia local), Condé-sur-Escaut (Animação das jornadas de estudos), Rezé (44, atelier de formação interna dos chefes de serviços da cidade), Beaune (refundação da associação de gestão pós reeducação judiciária), DLA 41 (consolidação de uma associação regional), Québec (Canadá, desenvolvimento de comunidades autônomas), Portugal (reconversão de um local de mineração), São Paulo (Brasil, seminário universitário), etc. Realizou viagens técnicas à Alemanha, Suécia, México, Brasil, Canadá, Portugal, Grécia, Hungria, Irlanda, Reino Unido, etc. (museus, atividades culturais, desenvolvimento local, estratégias para emprego, ação comunitária). Atualmente é Presidente de Honra do Ecomuseu da Comunidade, Le Creusot, membro do Bureau "França-Portugal" e do Conselho de Administração da Union Bourgogne des Foyers de Jeunes Travailleurs.

IMPLANTAÇÃO DO PARQUE
Ruggero Martines, graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Università di Roma (1971) e pós graduado pela Scuola di Perfezionamento per lo Studio ed il Restauro dei Monumenti pela Università di Roma (1971). Coordenador da seção dos bens ambientais e arquitetônicos de Arezzo (1977), membro do Conselho Nacional dos Bens Culturais da Itália (1981-2005), Diretor da Superintendência Geral para as intervenções pós-sísmicas de Campania e Basilicata (1989-1995), professor titular de História do Urbanismo na Universidade Suor Orsola Benincasa de Nápolis, (1993-2005), Superintendente de Salerno e Avellino, Diretor do Parque Arqueológico de Paestum (1995-2001), Superintendente dos Bens Ambientais de Roma, (2000 – 2002), Superintendente Regional dos Bens Culturais da região do Lazio, 2004; Diretor Regional dos Bens Culturais da região de Molise, 2005.

ARQUEOLOGIA
Carlos Magno Guimarães, graduado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1974), possui mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (1983) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Minas Gerais. Desenvolve pesquisas na área de Arqueologia, com ênfase em Arqueologia Histórica, atuando principalmente nos seguintes temas: Minas Gerais, século XVIII, arqueologia histórica, campesinato, quilombos e mineração colonial.

GEOLOGIA
Frederico Garcia Sobreira graduado em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1983), mestrado em Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989) e doutorado em Geologia pela Universidade de Lisboa (1996). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Ouro Preto. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geologia de Engenharia e Geologia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: geologia urbana, risco geológico, geologia ambiental cartografia geotécnica e ordenamento territorial.

MEIO AMBIENTE
Ronald de Carvalho Guerra, tem especialização em agro-ecologia e longa experiência em trabalhos de preservação do patrimônio ambiental. Em Ouro Preto foi gerente da Cooperativa Agropecuária dos Inconfidentes no distrito de Cachoeira do Campo (1994/1995) e como profissional autônomo foi produtor rural e apicultor (1987/2008). Na Prefeitura Municipal de Ouro Preto ocupou os cargos de Secretario Municipal de Agropecuária e Meio Ambiente (2001), Diretor (2005/2007) e Secretario do Meio Ambiente (2008). Foi gerente da APA Estadual da Cachoeira das Andorinhas – IEF (2005/2008).
Foi analista ambiental no Projeto Manuelzão – UFMG, participou como coordenador de equipe dos projetos Expedição Manuelzão Desce o Rio das Velhas (2005) e do Programa de Mobilização para a Constituição do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (2002). Foi representante do Comitê Gestor e participou dos estudos para a criação da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço - UNESCO (2005/2008).
Pelo seu trabalho em defesa do patrimônio ambiental, recebeu o Prêmio de Produtor Modelo do Estado de Minas Gerais concedido pela EMATER-MG (2000), o Prêmio Manuelzão ( 2001) e a Medalha João Veloso em Hors-Concours concedida pela Câmara Municipal de Ouro Preto (2005).
Atualmente é Assessor Especial para o Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Ouro Preto.

 

EMPRESAS CONTRATADAS

DELIMITAÇÃO DO PARQUE
Azul Consultoria LTDA.

LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO
Andinna, Serviços e Sistemas de Informação

CÁLCULO ESTRUTURAL
Techneaço Engenharia Ltda.

INSTALAÇÕES
ORBIS, Cidade e Meio Ambiente

ELABORAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO SITE
Idéia D Designers Associados LTDA

VIDEO
Grupo Residência Teatro Audiovisual Ltda
Fabrica do Futuro – núcleo Ouro Preto